Má qualidade das rodovias gera prejuízo, afirma Superintendente Regional do DNIT


Mais de R$ 14 bilhões, que representam 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, foram perdidos em acidentes rodoviários durante o ano de 2010, segundo cálculos da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Os números foram apresentados hoje (30/mai) pelo engenheiro Lucas Vissotto Júnior, chefe de Serviço na Superintendência Regional do Dnit em Goiás, em minicurso sobre a conservação de rodovias, realizado no Miniauditório do TCE-GO, durante o Encontro Nacional de Auditoria de Obras Públicas (Enaop), que está sendo realizado esta semana em Goiânia.

Vissotto destacou que as rodovias de boa qualidade custam menos aos cofres públicos, daí a importância da manutenção do revestimento antes que os danos se propaguem para além da camada de revestimento e sejam necessários trabalhos de recuperação estrutural.

O instrutor também apontou outro problema para a conservação de rodovias que foi o declínio de aporte de recursos para as obras de transporte nos últimos anos. Segundo ele, isso ocorreu, entre outros fatores, pela crise econômica vinda desde os anos oitenta e pela desvinculação dos recursos orçamentários destinados ao setor, a partir da promulgação da Constituição de 1988.

“Enquanto na década de 70, os investimentos chegaram a 1,8% do PIB, na última década foi investido apenas 0,2% em infraestrutura de transportes, segundo dados da CNT, em 2011”, disse.

Veja Também

PUBLICIDADE E NÚMERO DE CONCORRENTES SÃO DETERMINANTES PARA VANTAGEM EM PROCESSO LICITATÓRIO DE OBRAS

Quando sete ou mais empresas concorrem em um processo licitatório, maior o desconto e, consequentemente, a vantagem de contratação...

Continue lendo

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2019

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: a – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para auditoria...

Continue lendo