A UTILIZAÇÃO DE DRONES PARA A AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS FOI TEMA DE MINICURSO NO XVIII SINAOP


O primeiro dos cinco minicursos ofertados durante a realização do XVIII Simpósio Nacional de Auditoria de Obras Públicas | SINAOP foi iniciado na tarde desta terça-feira, dia 6. Com o tema “Drone: eficiência no controle de obras”, a oficina está sendo ministrada pelo auditor do Tribunal de Contas do estado da Paraíba (TCE-PB) e engenheiro civil, Júlio Uchoa Cavalcante Neto.

Além de ser uma ferramenta que economiza tempo de atuação em campo, a utilização de drones para a fiscalizarão de obras públicas permite a documentação de todas as suas etapas. “O drone é equipado com GPS e faz o processamento dos dados me tempo real, o que permite que todas as informações sejam obtidas sem que precisemos permanecer horas embaixo do sol quente. Isso sem falar que o custo-benefício dessa tecnologia é impressionante”, informou Júlio Uchoa.

Segundo ele, o Laser Scanner 3D permite a fiscalização de áreas internas e possui precisão em milímetros, porém a captação dos dados demora horas, exige alto grau de preparação do seu operador e custa aproximadamente R$ 350 mil. Já o Drone Asa Fixa – utilizado para fiscalizar grandes áreas externas – capta todos os dados em um voo de 30 minutos com precisão em centímetros, não exige preparação do seu operador e custa em média R$ 100 mil.

Uchoa mostrou aos participantes do minicurso alguns cases de fiscalização com a utilização de drones pelo TCE-PB, demonstrando como os dados são trabalhados em auditoria. O minicurso prevê, ainda, a demonstração prática de um voo curto nos arredores do Centro Cultural Ariano Suassuna.

Graduado em Engenharia Civil pela UFPB e em Ciências Contábeis pela UNTINS, com especializações em Gestão Pública e Geoprocessamento e mestrado profissional em Economia do Setor Público, Júlio Uchoa atua como assessor técnico em auditoria de obras públicas, contábil e financeira no TCE-PB.

Veja Também

PUBLICIDADE E NÚMERO DE CONCORRENTES SÃO DETERMINANTES PARA VANTAGEM EM PROCESSO LICITATÓRIO DE OBRAS

Quando sete ou mais empresas concorrem em um processo licitatório, maior o desconto e, consequentemente, a vantagem de contratação...

Continue lendo

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2018

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: I – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB   ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para...

Continue lendo

TRIBUNAIS DE CONTAS ASSOCIADOS AO IBRAOP

  Desde 2006, o Ibraop tem firmado Termos de Cooperação Técnica com Tribunais de Contas, tendo como objetivo principal...

Continue lendo