TCE-MT sedia reunião de comissões temáticas da Atricon


O Tribunal de Contas de Mato Grosso sediou nesta quarta-feira (5/09), uma reunião ordinária de trabalho de quatro das 11 comissões temáticas da Associação dos Membros de Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). A abertura da reunião geral da Atricon, coordenada pelo conselheiro substituto, Jaylson Fabianh Lopes Campelo (TCE-PI), um dos diretores de Desenvolvimento do Controle Externo da entidade, contou com a participação do presidente do TCE-MT, conselheiro Domingos Gonçalo de Campos Neto, que saudou os membros da Atricon destacando a importância dos temas a serem tratados pelas comissões para o dia a dia dos tribunais.

O conselheiro lembrou ainda em seu breve discurso que os membros e servidores do TCE-MT tem no planejamento estratégico um princípio fundamental para o seu trabalho e que se orgulham das contribuições que vêm dando ao aprimoramento dos Tribunais do Brasil por meio da parceria permanente com a Atricon.

O conselheiro presidente destacou que esta parceria do TCE-MT com a Atricon é antiga, tendo o TCE contribuído de forma direta com a elaboração do primeiro Planejamento Estratégico da entidade (2012-2017), com a preparação do primeiro questionário de avaliação de desempenho e qualidade,base do Programa de Qualidade e Agilidade dos Tribunais de Contas (QATC), com o Planejamento Estratégico 2018/2023, e segue avançando agora com a elaboração das novas diretrizes e resoluções a serem publicadas pela entidade a partir das discussões que serão travadas pelas quatro comissões reunidas na sede da Escola Superior de Contas.

Domingos Neto apontou como um dos pontos culminantes dessa parceria do TCE-MT com a Atricon a realização do 1º LabContas. Articulado e coordenado pelo conselheiro interino Luiz Henrique Lima, o LabContas reuniu mais de 600 membros e auditores de Tribunais de Contas e apresentou, em dois dias desta semana, nada menos que 69 experiências de boas práticas aplicadas por vários tribunais.

“Sempre apoiamos os projetos nacionais da Atricon e estamos convencidos de que as novas diretrizes e resoluções que sairão deste encontro, irão nos impulsionar na construção de tribunais de contas cada vez mais fortes, eficazes e comprometidos com toda a sociedade”, concluiu Domingos Neto.

As comissões da Atricon reunidas em Cuiabá são as de RPPS, de Resíduos Sólidos, de Acompanhamento de Decisões e a Comissão Central do Marco de Medição do Desempenho dos Tribunais de Contas (MMD-TC).

Segundo explicou o conselheiro substituto Jaylson Campelo, caberá às comissões temáticas definir as diretrizes que comporão as resoluções da Atricon que deverão nortear as auditorias, fiscalizações, acompanhamento e julgamentos sobre questões relacionadas ao Meio Ambiente, ais regimes próprios de Previdência Social dos entes públicos jurisdicionados aos TCs, bem como conduzirá o acompanhamento das decisões e do MMD-TC.

Campelo lembrou que os Tribunais de Contas não tem um órgão superior que possa uniformizar seus entendimentos sobre temas polêmicos como é o dos RPPS, por exemplo, e em muitos outros em que há controvérsias. A Atricon vem procurando suprir essa carência a partir do momento em que deixou de se preocupar apenas com os legítimos e justos interesses corporativos dos membros de Tcs,para atuar também na defesa institucional dos órgãos de controle externo.

“O trabalho que estamos fazendo aqui tem o objetivo de auxiliar os Tribunais de Contas a melhorar a qualidade de sua atuação, uniformizando suas decisões, definindo diretrizes para seu planejamento, estabelecendo marcos de aferição de resultados, eficácia, resolutividade e produtividade. Tudo isso com a perspectiva de contribuir para que os jurisdicionados realizem uma gestão de qualidade das políticas e recursos públicos a fim de proporcionar resultados positivos para a sociedade”, pontuou o diretor da Atricon.

COMISSÕES – Após a reunião geral, os participantes se dividiram em comissões. A Comissão Central do MMD-TC ficou sob a coordenada do conselheiro substituto Jaylson Campelo (TCE-PI) contou com a participação da secretária-geral da presidência do TCE-MT, Risodalva Beata de Castro, que representa o Tribunal mato-grossense na Comissão e junto aos projetos nacionais da Atricon; a Comissão Resíduos Sólidos ficou sob a coordenação do conselheiro Antonio Gilberto de Oliveira Jales (TCE-RN) e teve a participação do conselheiro interino do TCE-MT, Luiz Henrique Lima, que integra ainda a diretoria de Defesa de Direitos e Prerrogativas e de Assuntos Corporativos da Atricon; a Comissão de Acompanhamento das Decisões dos TCs ficou sob coordenação do conselheiro Sebastião Cézar Leão Colares (TCM-PA), e a Comissão de RPPS ficou sob a coordenação do Conselheiro Substituto Ronaldo Ribeiro (TCE-MT).

Veja Também

PUBLICIDADE E NÚMERO DE CONCORRENTES SÃO DETERMINANTES PARA VANTAGEM EM PROCESSO LICITATÓRIO DE OBRAS

Quando sete ou mais empresas concorrem em um processo licitatório, maior o desconto e, consequentemente, a vantagem de contratação...

Continue lendo

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2018

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: I – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB   ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para...

Continue lendo

TRIBUNAIS DE CONTAS ASSOCIADOS AO IBRAOP

  Desde 2006, o Ibraop tem firmado Termos de Cooperação Técnica com Tribunais de Contas, tendo como objetivo principal...

Continue lendo