Encontro de TCs em Moçambique contempla visita a uma grande obra


MAPUTO_VISITA OBRA (3)O 1º Seminário Internacional sobre Auditoria de Obras Públicas, realizado em Moçambique, na África, terminou ontem (31/mai) com visitas à obra de construção da ponte que liga a capital Maputo ao distrito de Katembe, sobre o Golfo de Maputo, e ao laboratório de análise de solos do Tribunal Administrativo de Moçambique realizador do evento.

 

O projeto da ponte, lançado em setembro de 2012 e com previsão de entrega até o final deste mês, inclui 187 quilômetros de rodovia que liga Maputo à fronteira com a África do Sul, e outros 63 quilômetros de vias de ligação, bem como cinco pontes e três viadutos.

 

Os participantes do seminário foram recebidos na obra pela equipe de engenheiros responsáveis pela execução e controle de qualidade. Conforme explicou o engenheiro Basílio Nzunga, trata-se da maior ponte suspensa do continente africano, levando em consideração a distância entre as duas principais torres, que chega a 680 metros de vão livre. No total, a MAPUTO_VISITA OBRA (2)ponte tem 3 mil metros de comprimento.

O custo da obra foi de aproximadamente 726 milhões de dólares, dos quais 85% provém de financiamento do Banco Exim Chinês. A execução está a cargo da empresa China Road and Bridge Corporation.

 

O Seminário Internacional, correalizado pelo Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras (Ibraop) e pela Agência Alemã de Cooperação Internacional (Gesellschaft für International Zusammenarbeit (GIZ), de 29 a 31 de maio, teve a participação de representantes de cinco estados brasileiros, além do país sede, Angola, África do Sul, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe e das entidades Países Africanos de Língua Portuguesa (Palop), da Associação Africana de Instituições de Controle (Afrosai-E), que reúne os países africanas de língua inglesa, mais Moçambique e Angola.

 

MAPUTO_VISITA OBRA (1)O Ibraop foi representado pelo presidente Pedro Jorge Rocha de Oliveira (TCE-SC), pelo diretor Pedro Paulo Piovesan de Farias (TCE-PR), pela diretora Administrativa, Adriana Cuoco Portugal (TC-DF), pelo diretor Técnico, Anderson Uliana Rolin (TCE-ES) pelo diretor Financeiro, Alysson Mattje, e pelo diretor Administrativo Adjunto, Alexandre Pedrosa Pinheiro (TC-DF).

FONTE: Texto e fotos de Alexandre Asfaix de Assis (Ascom TCE-GO)

Veja Também

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2018

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: I – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB   ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para...

Continue lendo

TRIBUNAIS DE CONTAS ASSOCIADOS AO IBRAOP

  Desde 2006, o Ibraop tem firmado Termos de Cooperação Técnica com Tribunais de Contas, tendo como objetivo principal...

Continue lendo