Ibraop responde questionamentos da Prefeitura de Florianópolis sobre fiscal da obra e fiscal do contrato


Qual a diferença do fiscal de contrato e do fiscal contratado para fiscalizar a obra? Esse foi um dos diversos questionamentos recentemente enviados pela Prefeitura Municipal de Florianópolis em Santa Catarina ao Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas – o Ibraop.

Em ofício, o Ibraop respondeu para essa primeira questão que, ao fiscal da obra, ou do serviço, cabe acompanhar a execução dos serviços contratados, tais como quantidade e qualidade dos produtos utilizados. Esse fiscal deve fazer anotações de todas as ocorrências relacionadas ao desenvolvimento da obra, propondo adequações e correções necessárias para a conclusão do objeto contratado. Explica o papel desse profissional na liquidação da despesa.

“Defendemos a designação de um profissional, não somente legalmente habilitado, mas capacitado para tais funções, como um engenheiro ou arquiteto, por exemplo que detenha experiência sobre a área do trabalho. Em muitas situações seu cargo e/ou função devem especificar sua atribuição de fiscalizar obras e serviços de engenharia”, explicou o presidente do Ibraop, Pedro Jorge Rocha Oliveira.

Já o fiscal do contrato possui uma missão diferente: ele também é o representante legal da administração, especialmente designado para acompanhar o contrato firmado, como prazos e aditamentos, intermediando demandas entre o contratado e o órgão contratante. Essa segunda função é extremamente importante para o bom andamento de obras complexas ou de grande porte.

Confira AQUI a íntegra das respostas enviadas pelo Ibraop e, AQUI, as perguntas enviadas pela Prefeitura de Florianópolis!

Veja Também

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES

2 0 1 7 Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB   ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para...

Continue lendo

TRIBUNAIS DE CONTAS ASSOCIADOS AO IBRAOP

  Desde 2006, o Ibraop tem firmado Termos de Cooperação Técnica com Tribunais de Contas, tendo como objetivo principal...

Continue lendo