André Mendes representou o Ibraop no Painel ‘Gestão Pública de Engenharia’ do 76ª SOEA


O auditor federal André Luiz Mendes representou o Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas ao participar do painel “Gestão Pública da Engenharia” da 76ª edição da Semana Oficial da Engenharia e Agronomia  (SOEA), nesta quarta-feira (18). O evento, iniciado no dia 16, segue até esta quinta-era (19), em Palmas (TO).

Ao abordar os aspectos críticos da gestão de obras públicas no país, Mendes apresentou o resultado de recente levantamento de obras paralisadas realizado pelo Tribunal de Contas da União e pelos TCEs e concluiu que metade delas estão paradas por motivos técnicos. “Dentre esses motivos, destaca-se a deficiência de estudos preliminares, estudos de viabilidade e projetos”, disse.

O membro do Conselho Deliberativo do Ibraop ressaltou, ainda, que, em países como Alemanha e Japão, ao contrário do Brasil, de 40% a 50% do prazo total dos empreendimentos são dedicados às etapas que antecedem as obras. Além da falta de planejamento, Mendes apontou outros problemas correlatos, tais como orçamentos de referência, aditivos e superfaturamento.

Também participaram do painel ‘Gestão Pública de Engenharia’ do SOEA os conselheiros federais e engenheiros civis Ronald Drabik, André Schuring e Ricardo Araújo e o engenheiro civil Eduardo Irani – que apresentaram o Programa de Habitação Social, tema de discussão na Comissão Temática de Engenharia Pública do Conselho Federal (CTEP/Confea) –  e o superintendente da Infraero, o engenheiro eletricista Giuliano Capucho – que falou dos desafios das empresas públicas no mercado privado.

O SOEA é um evento anual, considerado o de maior projeção do Sistema Confea/Crea no país. Acessibilidade, aquicultura, biomas, desenvolvimento, energia, ética, indústria, infraestrutura, mineração, petróleo, recursos hídricos, robôs, saneamento, soberania nacional e sustentabilidade foram alguns dos assuntos abordados neste ano, que contou com a participação de aproximadamente 3.500 engenheiros.

Veja Também

PUBLICIDADE E NÚMERO DE CONCORRENTES SÃO DETERMINANTES PARA VANTAGEM EM PROCESSO LICITATÓRIO DE OBRAS

Quando sete ou mais empresas concorrem em um processo licitatório, maior o desconto e, consequentemente, a vantagem de contratação...

Continue lendo

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2019

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: a – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB   ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para...

Continue lendo