Enaop debate procedimentos de auditoria propostos pelo Ibraop


O Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas propôs uma orientação técnica visando uniformizar o entendimento sobre o conceito Anteprojeto de Engenharia, um documento que precede o Projeto de Engenharia na execução das obras. Para falar sobre essa proposta, o engenheiro Pedro Paulo Piovesan de Farias, do TCE-PR, que é diretor de Relações Institucionais do Ibraop, participou na segunda parte da manhã de hoje (31/mai) de mesa de debates durante o Encontro Nacional de Auditoria de Obras Públicas (Enaop), que está sendo realizado esta semana no Tribunal de Contas do Estado de Goiás.

O Anteprojeto de Engenharia é a representação técnica para subsidiar a elaboração do Projeto Básico, apresentado em desenhos em número, escala e detalhes suficientes para a compreensão da obra planejada. Conforme explicou Pedro Paulo, o Anteprojeto deve contemplar as especificações técnicas, memorial descritivo e orçamento estimativo, e deve ser elaborado como parte da sequência lógica das etapas que compõem o desenvolvimento de uma obra, precedido obrigatoriamente de estudos preliminares, programa de necessidades e estudo de viabilidade.

LIVRO DE ORDEM

Outro participante da mesa de debate foi o também engenheiro Márcio Pernambuco, conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo (Crea-SP), que falou sobre a importância do Livro de Ordem, no sentido de garantir o controle de tudo o que ocorre nas obras. “Antes chamado de Diário de Obras, o Livro registra o dia a dia da obra e é a garantia da presença do profissional de Engenharia no canteiro de obras, acompanhando a sua evolução”, disse.

O representante do Crea lembrou a fala do vice-presidente da Atricon na abertura do Enaop, quando destacou a necessidade do acompanhamento em tempo real do controle externo. “O Livro de Ordem é o tempo real da obra”, disse.

PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA

Os procedimentos de auditoria de obras rodoviárias foram destacados também na mesa de debates desta manhã. Para falar sobre eles, o convidado foi o engenheiro Alan de Oliveira Lopes, perito criminal da Polícia Federal. Os procedimentos são propostos pelo Ibraop e estão divididos por temas, cada um pode ser utilizado individualmente para orientar o auditor em suas atividades de controle ou em conjunto com outros, compondo um roteiro de auditoria.

Alan Lopes explicou que a PF integrou-se aos trabalhos de elaboração desses procedimentos a partir do ano passado. Deu especial destaque ao procedimento IBR-ROD 101/2016, que trata da extração de amostras de concreto asfáltico para fins de auditoria. Ele explicou que a orientação é convidar as partes envolvidas – responsáveis pelo órgão fiscalizador e da empresa executora da obra – para acompanhar e validar a coleta de amostras.

A mesa de debates também contou com a participação do professor da UFG e PUC-GO Tule Cézar Barcelos Maia, que falou sobre as ferramentas de auxílio ao controle de serviços topográficos, e do diretor superintendente do Sebrae-GO Igor Montenegro, sobre o estatuto nacional da microempresa e da empresa de pequeno porte.

Veja Também

PUBLICIDADE E NÚMERO DE CONCORRENTES SÃO DETERMINANTES PARA VANTAGEM EM PROCESSO LICITATÓRIO DE OBRAS

Quando sete ou mais empresas concorrem em um processo licitatório, maior o desconto e, consequentemente, a vantagem de contratação...

Continue lendo

TCE E CREA-PR firmam nova parceria para o controle das obras públicas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) firmaram,...

Continue lendo

Ibraop discute projeto de Sistema Nacional de Controle de Obras Públicas

O projeto para a elaboração de um sistema capaz de monitorar obras públicas no país foi discutido e avaliado...

Continue lendo

Workshop rodoviário da Agetop deve reunir mais de 1500 pessoas

Mais de 1.500 participantes são esperados no Workshop Rodoviário 2017, coordenado pela Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop),...

Continue lendo

Resolução aprovada pelo TCE-GO adota as diretrizes de OT do Ibraop

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) estabeleceu parâmetros técnicos mínimos para projetos básicos de obras públicas a serem...

Continue lendo

Certificados do Enaop 2017 já estão disponíveis

Os participantes do Encontro Técnico Nacional de Auditoria de Obras Públicas – o Enaop 2017 – já podem ter...

Continue lendo

AGENDA DE REUNIÕES – 2019

Para o curso dos trabalhos, foram programadas as seguintes reuniões presenciais para este exercício de 2018: a – Grupo...

Continue lendo

ACORDO DE COOPERAÇÃO E ATOS ADMINISTRATIVOS

Acordo de Cooperação Ibraop x IRB ATO 02/2013 Dispõe sobre a elaboração, divulgação e capacitação de procedimentos para auditoria...

Continue lendo